Sem categoria

Smile

Vim aqui convidá-los (quem ainda não está sabendo) para o que está acontecendo lá no grupo do Discord. Um mistério envolvendo membros do grupo mortos e salas com puzzles.

“O relógio começou a se mover…..”

O jogo, chamado de “Smile”, possui os Detetives que são duas pessoas (agora são quatro) membros da GHS que foram escolhidas por votação. “Os Detetives irão entrar em uma aventura (no chat Smile do Discord) que todos poderão acompanhar. O chat geral é onde todos podem falar e discutir com os Detetives. Para cada acerto, eles prosseguem para a próxima etapa, para cada erro… Alguém do chat geral morre. Aqueles que morreram durante a brincadeira só “voltarão a vida” após a mesma terminar.” Luc é a mente por trás de tudo.

No momento estamos na quinta sala e aqui deixarei um resumão para contextualizar os recém chegados. O que está entre aspas é citação do chat Smile.

Sala 1

“Em um quarto escuro de paredes amareladas e sujas. Os Detetive não sabem como chegaram aqui, ou o porque estão nessa situação. Mas conforme eles acordam eles escutam um áudio vindo de uma caixa de som em um dos cantos. Seu ruído estático inicial impossibilita ouvir o que é dito, porém, o som vai ficando mais claro e uma voz roca os cumprimenta:

-Sejam bem vindos, meus detetives. Nesse exato momento, vocês estão no meu território. Por favor, sejam conscientes. Pois suas ações estão sendo bem observadas. Com vocês existe um aparelho, parecido com um celular. Mas ele só permite que vocês conversem com um chat. Eles não podem lhe salvar, mas vocês podem matar eles. Nesta sala há uma porta, trancada com um cadeado de código numérico. Quatro dígitos. Vocês podem arriscar as senhas, e matar 9999 pessoas na pior das situações, se assim quiserem. Não se sintam mal caso alguém morra, afinal, estamos aqui somente pelo sorriso.

Voltando ao ruído estático que lentamente se amplifica até finalmente se desligar, de fato, na pequena sala quadrada há somente uma porta, a caixa de som, uma lâmpada fraca que as vezes pisca. Seria impossível solucionar a senha do cadeado se não existisse uma dica em uma parede.”

Houveram discussões sobre ser código morse e a primeira tentativa, com o código 7635 já traz a primeira morte. Os Detetives tentaram os números 7135 e novamente outra morte. Tentaram 3935, que estava errado também. 5793 estava errado também, assim como 3975. E então, finalmente o cadeado é aberto com o código 3135

“Já com cabeça quente, O Detetive se aproxima do cadeado, e coloca os números 3135. Enchendo o pulmão de ar, ele puxa o cadeado com força, mas surpreendentemente o cadeado não demonstrou resistencia. O cadeado finalmente demonstrou abrir. O som estático veio, mas dessa vez não houve grito. Somente a informação:

-Parabéns! Você está apto para o próximo desafio!”

Sala 2

“Os dois detetives finalmente se sentem livres da primeira sala. Mas a alegria de se livrarem de tal prisão durou pouco. Eles se encontravam em outra sala, um pouco maior que a primeira, com uma mesa no centro com quatro botões. Cada botão tinha uma cor: Azul, Vermelho, Amarelo e Verde. Caixas de som nos cantos da sala e uma grande mensagem na parede:

‘Eu não participo do jogo de pedra-papel-tesoura pois ninguém me derrotaria. Sou mais resistente que a pedra, mais maleável que o papel e mais letal que a tesoura. Só não me tirem da pressão que desapareço.’

Tal mensagem enigmática é o novo puzzle. Mas quem sabe o maior mistério de tal sala, seria a porta sem maçaneta ou fechadura.”

Rapidamente esse mistério foi resolvido no chat geral, com a resposta sendo o botão azul se referindo a água.

“O Detetive, meio dúbio de suas ações, pressiona o botão azul. Porém, para sua surpresa, a porta se abriu. A caixa de som soltou seu som estático seguido da mensagem:
-Parabéns, você pode ir para o próximo puzzle.”

Sala 3

“Finalmente a terceira sala. Essa, diferente de tudo que eles já esperavam, estava com janelas a mostra. A luz do lado de fora chegava a cegar. Eles podiam tranquilamente ver as pessoas passando pela rua. A parede as suas costas continha a porta de onde eles vieram, a parede da esquerda vazia, a parede da direita, as janelas, na parede do centro o que importa: No centro da parede, tinha um grande televisor e um teclado logo em baixo com apenas letras e sem acento. No televisor vários canais ficavam piscando e se repetindo. Uma frase era formada. Pranótexirimoor
Essa demorou um bocado. Deduziram que a palavra Pranóxirimoor é um anagrama de Próximo e Anterior, e conforme pessoas morriam a janela brilhava com uma cor e, após metade do servidor morrer, perceberam que a ordem das cores da janela era Azul, Vermelho, Amarelo, Verde. A cada morte a janela brilhava com a próxima cor do ciclo. Então chegaram à conclusão que o próximo e anterior se referia ao ciclo, se a cor da janela estava azul o próximo dela seria o vermelho e o anterior verde, sendo assim, um senha rotativa. A resposta do momento era verde.
“Após um ruído estático ensurdecedor, as janelas se abrem em uma grande alavancada e a paisagem que antes era de pessoas andando a esmo escurece e revela que o que se escondia por trás da janela era dois monitores que caíram ao chão, revelando a passagem para a próxima sala.”

Sala 4

Poltronas que estão na sala

 Poltronas que estão na Sala 4.

“Após atravessarem a passagem criada pela queda dos monitores levando a próxima sala, os detetives veem lugares bastante peculiares entorno da sala. Uma porta de metal sem maçaneta se apresenta quase que escondida em um canto. As caixas de som anunciam sua estática e uma mensagem começa a ser dita:

-Detetives, parabéns por chegarem até aqui. Para essa sala regras especiais serão aplicadas. Para cada um de vocês há um lugar especial para se sentarem. No centro da sala há um papel com o puzzle e um bracelete para cada um. Por favor coloquem esses braceletes. Quando decidirem a resposta, deverão se sentar, todos vocês, e um deverá dizer a resposta. Se ela estiver correta, vocês passarão do puzzle. Caso contrário, como sempre, alguém morrerá.

Na folha que indicaria o Puzzle existia as seguintes figuras:

E, diferente das salas anteriores, um som ambiente foi colocado.”

Música Puzzle 4

A sala possui poltronas para os três Detetives e elas são como mostra a imagem, com uma cabeça grande de pedra. Os olhos e a boca são buracos escuros. Após discussões chegaram à conclusão que o papel com símbolos faz referencia à música “Aquarela” do Toquinho. E assim, essa era a resposta, Aquarela.

“Um misto de sentimentos e pensamentos encheram o local. A hipocrisia de Kajzer, a fé de Amber, a extrema desconfiança de Derwhondi e a sonolência misturada com descaso de Ayat. Os detetives se sentaram em suas poltronas, usando seus braceletes, seguindo a regra imposta a eles. A Detetive Amber cheia de confiança diz a resposta. E assim que a palavra termina de sair de sua boca, todos os detetives sentem algo perfurando seus pulsos. A leve picada foi o suficiente para fazê-los dar um pequeno salto, mas não o suficiente para pô-los de pé a tempo de evitar que o local se revirasse, os mandando garganta a baixo da grande pedra em forma de cabeça. Em meio a queda livre, eles sentiriam suas consciências sumirem rapidamente. Mas rápido o suficiente para evitar que Derwhondi escutasse alguém falando da sala que eles logo a pouco estavam:

– Que agora comece…”

A partir daqui fica difícil explicar o que aconteceu, recomendo irem ao chat Smile no Discord. Só deixando claro agora que os detetives são os membros da equipe: Amber, Ayat, Kajzer e Derwhondi (que sou eu, Hibiki).

Venham participar do jogo Smile, está bem divertido! Agora parece que virou uma espécie de RPG no mundo de Conan haha

 

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *