Informativo

All Hail Kajzer!

Ajoelhem-se perante seu mais novo imperador Kajzer Brazilivić I muhahahaha. Mentira, gente… sou só o novo Adm do blog, não fujam!

Hej, povo! Saúdem seu novo Imperador! Sou Kajzer Brazilivić I, o Mediano!

Oka, brincadeiras à parte, sou o novo Administrador do blog da GHS, substituindo a Hibiki. (Talvez deram poder demais para a pessoa errada hihihi). De qualquer forma, estarei responsável pelos posts aqui de agora em diante, e provalmente Luc e Hibiki ainda apareçam por aqui de vez em quando.

Quem frequenta o nosso discord já deve me conhecer, mas para quem não e também para não quebrar a tradição, gostaria de contar um pouco sobre mim, sobre como cheguei a assistir Detective Conan, na GHS etc.

Prazer, Kajzer… apenas um jovem-adulto cearense bastante aleatório que gosta de ouvir músicas, gravar vídeos, tocar violão e editar layouts de sites nas horas vagas. Que curte uns joguinhos de mistérios alá Dark Stories e uns RPGs de mesa de vez em quando. E para além de tudo, gosta de ser besta.

O ano era 2015. De repente, estava eu procurando um anime pra assistir e encontro Detective Conan, que o site dizia ter 155 episódios. Aí eu fui assistir, era um tamanho razoável para quem havia acabado de assistir InuYasha e Yu Yu Hakusho. Ao fim, percebo que o anime ainda estava muito aberto, e procurando por mais episódios descobri que tinha 200, depois 255… até enfim descobri que já estava nos 800 e pouco. E fui assistindo até “onde dava”

Nessa brincadeira cheguei a assistir uma parte considerável em espanhol, por falta de fansubs que legendassem os episódios a partir do 255, buracos que foram tapados pela Yumi aqui na GHS. Resumo da ópera, voltei a assistir em português depois que conheci a GHS fansub. Depois de passar um tempo acompanhando o anime e por gostar muito dessa comunidade, resolvi entrar na equipe como revisor e agora, por uns trâmites internos, estou gerindo o blog pra interagir com vocês, e espero conseguir fazer isso da melhor forma possível.

Enfim povo, mas e vocês? O que gostam de fazer nas horas vagas? Como conheceram esse anime maravilhoso? enfim, Respondam aí.

5 Comentários

  • Amber

    E chegou o temido dia que eu teria que ver o Kajzer se apresentando como novo adm do blog…
    Brincadeiras à parte, boa sorte e paciência nessa nova jornada xD
    Eu conheci Detetive Conan por meio de uma amiga que havia me recomendado primeiramente Magic Kaito. Quando terminei de assistir fiquei triste porque queria ver mais o Kaito Kid, nisso ela falou pra eu assistir Detetive Conan. O que eu não imaginava na época era que eu teria que ver 900+ eps pro Kaito aparecer em uns pingados ahahahah, mas acabou que gostei demais e continuei assistindo ainda assim, hoje estamos aqui <3

    • Kajzer Brazilivić

      Hehehehe agora se curve diante seu imperador KKSAKSAK.
      De qualquer modo agradeço o apoio nessa nova jornada aí, espero que dê tudo certo.
      PASKPOASKPSA E mds, é incrível como Magic Kaito é porta de entrada pra uma ruma de gente heheh

  • Hibiki

    Bem vindo à bordo! Ou melhor, agora você é capitão de um navio EM CHAMAS!!! Boa sorte haahahmuAHAHAHAHAH haha Enfim, rs sobre como comecei a ver Conan: eu tava numa fase que eu tava gostando muito de ver animes antigos, e nessa viagem achei Conan com seus muitos episódios, mas tudo bem, porque também gostava (ou ainda gosto, não sei) de anime grande. Já tinha visto Kaito Kid quando lançou o anime então comecei minha jornada de Conan!! E foi uma das melhores decisões que já fiz rsrs Nas horas vagas faço pixelart, jogo, assisto anime, etc, e cuido do meu irmão pequeno na quarentena >.<

    • Kajzer Brazilivić

      NAAAH, um navio em chamas n tem como ser tão ruim assim, está na águaASKOKSAOSAK
      Aeee toca aqui tu que tava na vibe de animes noventistas clássicos antes de entrar nesse caminho sem volta o/
      mas, ó, tu se garante nas pixelart. Tome esse espacinho aqui pra divulgar teus trabalhos
      Ah, e boa sorte nos teus novos trabalhos como editora/encoder e tradutora hihihi

  • Escritora

    Seja mais que bem-vindo à equipe e aos que curtem este anime tão bacana e na vista dos que veem animes, um sonho quase impossível de se ver legendado.
    Lembro como se fosse ontem: último trimestre de 2010, procurando sites para ver “Bakuman”, eis que topo com perto de 80 episódios de Conan, que já conhecia por revistas e foi paixão ao primeiro episódio e acompanhei toda a trajetória dos fansubs que pegaram a série; do pessoal que passou a gostar do anime até chegar aos patamares atuais, onde de alguma forma, o anime passou a ser mais reconhecido, não em alta e sim que ao menos, sabem que existe. Tive meus momentos de surtos, fangirl declarada, hoje estou mais tranquila; só não muda o fato de reconhecer as vozes dos dubladores da série por tantos e tantos animes, antigos e recentes, de curtir muito as aberturas, algumas mais memoráveis para mim e quando quero ver algum anime, pego Conan e saio satisfeita ou revejo algum episódio antigo ou o crossover com o “Lupin III”, devo ter visto umas quatro vezes ou mais as duas produções que estiveram presentes.

    Vou deixar uma resenha do anime que fiz: http://www.animecot.com/2013/01/detective-conan-nova-redatora.html

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *