Já já o vilão da vez será revelando, quem vocês estão apostando?

Mais um pedaço. Perdoem-me por não postar logo tudo, simplesmente não consigo escrever TANTO por dia… Estou dando meu melhor simplesmente para fazer esse final de caso interessante e consistente. E, ao mesmo tempo, fazendo isso as pressas… Logo, se vocês encontrarem QUALQUER erro, avisem-me, por favor…


Voltando um pouco no tempo, no momento que o Conan avisou a polícia que a bomba iria explodir no fim do primeiro tempo. Assim que as pessoas começaram a se espalhar, Edogawa começou a correr e pegou a insígnia dos jovens detetives para comunicar o ocorrido para a parceira, que o surpreendeu com uma informação apetitosa. Tão apetitosa que fez o garoto decidir voltar para o mecanismo que iria explodir as bombas.

“Kudo! Na sua mochila tem um kit de reparo! A intenção inicial era para ser usado nos sapatos, já que era meio idiota carregar dos pares de sapatos por ai, sem falar que ia ocupar muito espaço. Talvez você consiga desarmar a bomba com as ferramentas do kit!”

            E de fato, era possível. Com o conhecimento do jovem detetive, ele tinha uma pequena chance de desarmar o mecanismo. Mas seria extremamente arriscado devido ao curto tempo. Sem falar que se alguém passasse por ali, acharia estranho ou no mínimo um pedido para o massacre geral.

“Esse é um dos poucos momentos que agradeço por esse corpo.” Pensou ele enquanto tirava o kit de reparo da mochila e a jogava longe. Verificando as redondezas e confirmando a ausência de qualquer testemunha, ele jogou a mangueira para fora, entrou e fechou a caixa com ele dentro. Ligando a lanterna do relógio, começou ali uma corrida contra o tempo para desarmar a bomba. Uma corrida que levaria a um sucesso… Um sucesso momentâneo…


Conforme as pessoas iam correndo desesperadas na tentativa de evacuar o local a tempo, Mouri levantou o relógio e verificou que faltavam 10 segundos… Ele viu metade das pessoas ainda dentro da área do estágio e o suor desceu rasgando seu rosto. Mas, mesmo após 10 segundos, nada aconteceu…

“Ha ha ha… Aquele velho errou na resolução… Ainda bem…”

Apesar da alegria do detetive dorminhoco, ao ver que haviam recuado um estágio inteiro em uma final precocemente e ainda assim, achar isso tudo muito bom.

“Melhor nós termos que respondermos pelo equívoco que com a morte de milhares de pessoas…”


           “Ah… Sinceramente… Esses esforços inúteis… Tudo bem… Tudo bem… Darei o braço a torcer… Não esperava que alguém iria desarmar o timer das bombas… Mas como não foi o Mouri Kogoro, porque posso vê-lo daqui, significa que não foi a vitória dele, certo? Ainda posso criar a gritaria, certo?

            … Certo…”

Um leve aperto de botão, um leve clique, para gerar uma grande explosão. Mas não dentro, necessariamente, do estágio. Aparentemente as bombas estavam no esgoto subterrâneo do local, fazendo a instalação começar a dar sinais de que iria eclodir.

“Ele não ganhou o jogo… E talvez o que eu esteja fazendo seja trapaça… Tch… Kuro não vai gostar disso… Ele é ‘justo’ com as coisas mais estranhas… Arg… Ok ok… Vou dar uma chance ao Mouri… Em meio a esse caos… Antes que eu destrua por completo o estágio, ele terá a chance de salvar sua honra.”

            Em meio a confusão, o local rangia em descontrole, tremia em fraqueza, mas permanecia de pé. Mas qualquer outra ação abrupta, faria tudo ir ao subsolo levando qualquer um próximo.


– Temos que evacuar logo todo mundo antes que esse lugar vá para os quintos dos infernos! – Gritou o Yamamoto.

– O que acha que estamos fazendo?! – Respondeu Aizu.

– Será que ainda tem gente lá dentro? – Questionou Yumeria.

– Só tem um jeito de descobrir… – Disse Mouri recuperando a compostura e indo em direção ao local.

– Você não pode estar pensando em entrar lá, não é mesmo Mouri?! Deixe esse trabalho para a polícia! – Gritou Megure para o amigo que o respondeu com fraqueza no olhar.

– Eu era um policial e agora eu sou aquele que esse maldito está visando. Eu sinto… Lá no fundo… Que só eu posso pará-lo agora… E ao mesmo tempo…

Ele não finalizou… Só começou a correr em direção ao local. Yamamoto e Yumeria foram atrás dele, para ajudá-lo na vistoria e garantir que iriam trazê-lo de volta. Ou pelo menos foram o que alegaram.


“KUDO! KUDO! FALA ALGUMA COISA! SE VOCÊ NÃO ME RESPONDER EU VOU AI PESSOALMENTE LHE MATAR!”

– Se eu estivesse morto, como você iria me matar…? – Respondeu o garoto tentando abrir a porta da caixa da mangueira dos bombeiros bem devagar e dolorido.  – Eu não entendo… Eu definitivamente desliguei o mecanismo… Tanto que teve um delay na explosão… Não me diga que…

“Provavelmente foi acionado remotamente… Acho que não podemos levar isso como uma jogada justa, não?”

– O Kuro não parecia alguém que faria esse tipo de jogada… Bem… Não é o Kuro fazendo esses casos…

“De qualquer forma, saia daí. A maioria das pessoas já saiu do local… Elas aceleraram bem o passo com a explosão.”

– Certo. Tenho que encontrar uma saída agora… – Disse ele enquanto olhava em volta.

“Como assim?”

– O local não caiu por completo, porém, ainda tem muitos entulhos por todo lugar, algumas paredes e partes do segundo andar já foram ao chão.

“… Tem risco de o local desabar?”

– A qualquer momento. Mas não se preocupe, deve ficar de pé tempo o suficiente para eu sair. E tenho dois cintos para usar, qualquer coisa.

“Tome cuidado…”

– Hai hai…


Em uma mesa de um prédio ao longe, um homem olhava tudo com um binóculo. Estalando a língua, ele levantou e pegou seu sobretudo, botou uma boina na cabeça e com extremo ódio no olhar foi em direção ao caos.

– Ninguém desobedece as minhas regras. Muito menos quem tem sua vida sobre minha jurisdição.


 

Muitas pequenas divisões? Sim, MUITAS. Mas é necessário… Para facilitar a visualização da mudança de cena. Eu poderia fazer partes maiores fazendo ligações textuais para fazer essas mudanças de cena, MAS isso me demandaria mais tempo e capricho que não estou muito afim de gastar no momento u.u

6 thoughts on “Mais um pouco, e o Caso do Mouri está chegando ao fim.

  1. “o homem da boina”
    mas conhecido como leon
    parei :v
    eles descobriram a intervenção do conan? meu deus ‘0’ onde isso vai dar?
    estou muito ansiosa para a próxima parte 😀
    pelo que eu vi não teve nenhum erro, não é necessário preocupação (ou eu só não vi mesmo ;w; )

    1. Eles perceberam a intervenção de alguém. Não sabem dizer quem, mas bem… Ainda vai dar muita merda =V

  2. Obviamente o vilão é a Ayumi, n é difícil perceber que ela é uma psicopata do pior tipo

  3. queria que tivesse mas episodios onde os adultos notam não o lado infantil mas sim o inteligente de conan
    se bem quem eu tbm queria outro ep do conan desarmando uma bomba ou sla acho que de toda forma eu acho ele legal

    aaaaaaaaa quando vai sair o proximo cap??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *